Loading...
Conexão Nova Cena

Um som stoner piscodélico chapado

O Conexão Nova Cena mergulha no stoner rock psicodélico do Samsara Blues Experiment. A banda alemã é hoje uma legítima representante do gênero. O quarteto vai fundo nas influências e adiciona boas doses de kraut-rock e, indo um pouco além, ragga e música indiana, com os próprios sublinham.

“Long Distance Trip”, o primeiro álbum completo, foi lançado em 2010. De modo geral, a banda pende mais para o space/kraut rock, investindo no experimentalismo, longas jam-sessions e naquela estrutura propositadamente repetitiva e hipnótica. A preferência por esse tipo de construção é evidente nas três principais peças do álbum: “Singata Mystic Queen”, “For The Lost Souls” e autêntica viagem espiritual que é “Double Freedom” e seus mais de 20 minutos.

O peso escancarado fica por conta de “Army Of Ignorance” (que lembra bastante o Black Sabbath de Master Of Reality e “Center Of The Sun”. O vocal de Christian Peters não é exatamente dos melhores, limitando um pouco as melodias e a possibilidade de explorar outras atmosferas. Por vezes, o timbre excessivamente abafado e às vezes mal gravado. Os riffs variam do comum ao levemente inspirado.

Mas o trabalho dos instrumentos é bom, entregando boas jams, como na metade de “Center Of The Sun” e diversos outros momentos. O Samsara Blues Experiment pega o lado mais “light” do stoner rock (se é que pode existir isso aqui), o que se explica por suas influências de música indiana. Não aposta tanto no refrão e no peso das guitarras em primeiro plano.

Quem não se incomoda com composições que primam em “criar seu próprio tempo”, com alta dose de psicodelia como “Double Freedom”, vai se deliciar. Menos urgência e mais imersão. Vale a pena mergulhar na atmosfera pretensiosa desses caras.

Ouça no mobile