Carregando...
Hora do Sabbat

Observatório Chega e Bruma Cosméticos

Observatório

OBSERVATÓRIO CHEGA  é a nova coluna da Hora do Sabbat, uma iniciativa de mulheres ligadas a UniSanta, alunas, ex-alunas, professoras e funcionárias que querem ser um espaço de escuta, conscientização e denúncia dos casos de violência contra a mulher na baixada santista. A edição inicial, a jornalista voluntária Jane conta um pouco como surgiu o observatório e as ações pretendidas pelo grupo, além de entrevistas com profissionais que atuam no acolhimento de vítimas desta violência. Conheça mais do trbalho no site observatoriochega.com.br

A FEMENAGEADA DA SEMANA é Kasha Jacqueline Nabagesera é uma ativista de direitos LGBT de Uganda. Sua história começa na escola, quando Kasha foi expulsa da escola por vestir roupas de menino e escrever cartas de amor para meninas, um professor a denunciou por ser homessexual e a partir daí sua vida mudou. Aos 23 anos fundou a Freedom & Roam Uganda, uma organização em prol dos direitos LGBT. Em 2009 após ter sua foto publicada no jornal com amigos, conseguiram vencer um processo na justiça contra o jornal que publicou a imagem, porém meses depois um grande amigo de Kash foi morto.

Determinada a seguir em frente, Nabagesera fundou a Bombastic, uma revista LGBT online que teve mais de dois milhões de downloads em apenas um ano.  A discriminação em Uganda é extrema e Kasha é uma das últimas ativistas que está vive no país, a maioria foi embora ou morta.

A coluna SÊLA de junho, Camila Garófalo falou sobre algumas ações que a Sêla está envolvida, a mais nova parceria da marca foi com o Spotify que participará na curadoria do projeto escuta as minas na Casa de Música do Spotify. Nessa edição, Garófalo esclareceu as diferenças entre a produção musical e executiva, umas da linhas de atuação da Sêla, articular mulheres que atuam na parte técnica e criativa do fazer musical.

FALA JÚPITER, o quadro queer apresentado por Jupi77er da dupla Rap Plus Size, essa semana discutiu um pouco sobre a lei da LGBTfobia aprovado no senado nos últimos dias.  Jéssica Gomes do coletivo Levante Negro também participa com um depoimento sobre a LGBTfobia e racismo.

Essa semana Flora Miguel esteve conosco no estúdio fez o primeiro DA LIRA ao vivo, e já que a diversidade é uma de nossas bandeiras, ela falou do espetáculo musical “Elza”.  Elza Soares é a maior referência da mulher brasileira para nós da Hora do Sabbat, pois sua garra e amor pela vida a faz essa Deusa potente que é representada no espetáculo por 7 cantoras que discorrem sobre fases marcantes da vida de Elza.  

NO FIO DA HISTÓRIA é nossa coluna de contação de história regida por Camila Genaro, que quinzenalmente vem ao estúdio e nos brinda com contos, lendas, mitos, fábulas, cheias de lições. A contação dessa edição foi sobre Maria Padilha, é a história de uma das mais importantes pombas-gira na umbanda.

COSMETOLOGIA NATURAL é  a nova coluna da Hora do Sabbat apresentada por Bruna de Biasso que há aproximadamente dois anos criou a Bruma Cosméticos Naturais, uma marca que visa resgatar a utilização de produtos mais naturais e que geram menos resíduos prejudiciais a nossa saúde e também ao planeta.