Loading...
MeiaEntradaCast

O aclamado Cisne Negro

Sim, cinéfilos do Brasil e do mundo! Está no ar mais um episódio do MeiaEntradaCast, o seu podcast de cinema de toda semana!

Nessa semana, Renan Fileto, Milk Fagionato e Vinicius Monteiro vem desgraçar a cabeça do ouvinte com o aclamado Cisne Negro, de 2010. Muito se fala sobre diretores autorais, estes são classificados assim, em todas as suas obras, costumam gravar a ferro e fogo suas principais características e suas maneiras de enxergar o mundo e a arte, entre eles, podemos citar Quentin Tarantino, Martin Scorsese, Christopher Nolan e, é claro, Darren Aronofsky, diretor de Cisne Negro.

Este último, principalmente, traz como elemento mais marcante sua fixação em criar personagens para destruí-los ao longo da trama. Aqui não falamos de histórias épicas, mas sim de trajetórias individuais dramáticas e poderosas.

Por conta dessa marca, Aronofsky também costuma ser um autor que arranca atuações impecáveis de seus comandados. Não é à toa Cisne Negro foi o responsável por uma performance excelente por parte do ator Vincent Cassel e por uma verdadeira incorporação espiritual na figura da atriz Natalie Portman. Essa última, de forma mais que merecida, levou a estatueta de melhor atriz no óscar do ano seguinte. Sua atuação consegue ser, ao mesmo tempo, dramática, inquietante e visceral.

Cisne Negro, após oito anos, ainda carrega o selo MeiaEntradaCast de filme essencial para a formação dos cinéfilos. E você? O que acha do filme? Deixe sua contribuição nos comentários!

Venha para o programa e se prepare para saber: 1) quais os principais trabalhos de Darren Aronofsky 2) porque Natalie Portman mereceu um Oscar 3) como o cinema pode ser mais agoniante que todas as outras artes juntas!

Episódio repleto de spoilers do começo ao fim!

Aproveite também e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/meiaentradacast