Loading...
Punkadaria

NOFX lança Ribbed ao vivo

No programa de hoje apresentaremos o novo disco ao vivo do NOFX que agradará muitos fãs antigos do grupo. Lançado pela Fat Wreck Chords pelo formato Live In A Dive, é uma série de discos onde bandas da gravadora se apresentam em grandes shows.

No dia 03 de agosto, a banda de Fat Mike lançou uma apresentação ao vivo de Ribbed, seu terceiro álbum de estúdio produzido originalmente em 1991 e na íntegra que ouvirá no Punkadaria.

Vale lembrar que a última banda a participar do Live In A Dive foi o Lagwagon lá em 2005, então a notícia do retorno é bem-vinda. Dentre outros grupos que já participaram do projeto estão No Use For A Name, Strung Out, Swingin’ Utters, Bracket e Sick Of It All.

“Ribbed” foi o disco onde a banda começou a desenvolver não apenas maior personalidade em seu som, como também aprimorou sua musicalidade para algo mais harmonioso e menos truncado. Seu trabalho anterior, “S&M Airlines” tem complexos trabalhos de guitarra, mas peca em muitas harmonias e melodias, o que em “Ribbed” começa a ser trabalhado com mais atenção. Aqui os bons refrãos também dão as caras e nascem alguns dos primeiros “hits” da carreira da banda.

Na execução ao vivo registrada em 2012 para este disco, além da reprodução nota a nota do disco, vale a adição de um “punch” a mais, afinal, é ao vivo, com distorção a todo vapor e bateria surrada, e melhores timbres, vocais e de cordas. Além é claro do humor de sempre nas intervenções entre as músicas, e boas historietas, como quando Fat Mike conta que o Ska “Food, Sex & Ewe” foi composta devido a sua empolgação naquela época com um recém descoberto Operation Ivy.

Entre as 14 faixas de “Ribbed” estão alguns clássicos da carreira do grupo, como a trinca inicial “Green Corn”, “The Moron Brothers” e “Showerdays”, além da dobradinha “Together On The Sand”/”Nowhere” e a faixa que encerra o álbum, “The Malachi Crunch”.

Se a regravação deste álbum especificamente parece descabida, ao menos ela serve para apresentar algumas canções do disco que dificilmente (ou mesmo nunca) são tocadas ao vivo, além de registrar canções clássicas da carreira do grupo com uma sonoridade mais moderna. “Ribbed” é um divisor de águas na carreira do NOFX e pedra fundamental para entender o “fat-sound“, aquele tipo de som que tantas bandas faziam no começo da Fat Wreck Chords. Nomes como LagWagon e Propagandhi que o digam.