Loading...
Azylo Hotel

Johnny Winter: o rock albino do Texas

Johnny Winter

John Dawson Winter III, esse é o nome do texano albino mais conhecido com Johnny Winter. Desde os 15, começou a tocar com seu irmão Edgar Winter e editou o seu primeiro álbum. Em 1968, inicou sua jornada em um trio com Tommy Shannon e Uncle John Turner, como baterista.

De guitar, pegou Blue Perry e lançaram o álbum “Johnny Winter”, em 1969, e foram tocar no Festival de Woodstock. Johnny foi considerado por mim o melhor guitarrista do planeta, tamanha sua velocidade e criatividade, coisa espantosa no blues. Quando se encontrou com Jimi Hendrix, Jimi fez baixo para ele, tamanha consideração. A revista Rolling Stones não parava de exorcizá-lo em todas as capas e foi um tamanho burburinho que todos queriam tocar com ele. Lançou vários títulos no estilo blues, sua raiz forte e profunda.

Antes de ser encontrado morto em seu apartamento em Zurique, passou pelo Brasil, na então Vila Fuchal, uma casa de absoluto rock’n’roll feita para isso e derrubada logo após sua passagem, fui vê-lo com o Pedra e constatei essa magnifica criatividade, uma das melhores apresentações, com a autenticidade do blues verdadeiro feito no fogo do seu entusiasmo e decadência.

Johnny se apresentou em uma cadeira de rodas, já cansado e bem acabado em seus finais dos 73 anos de idade. Contei para todo mundo que estava tão perto dele que conseguia ver a lama do Mississippi escorrer pela manga de sua jaqueta de Bufalo Bill até cair ao chão, uma boa ilusória, mas convincente imagem de sua lenda, ele que foi o senhor do blues do Texas que abriga uma passagem do rio Mississippi até seu Delta encontrando o mar.

Nesta programação, veremos sir Johnny Winter Dawson III explorar os limites com suas melhores performances ao vivo e em suas espetaculares explosões de hard blues nos álbuns de estúdio, que não passam de 33 oficiais, e muitos outros bootlegs não anunciados pela gravadora, um deles é uma gravação, uma das melhores, que foi seu encontro do Muddy Waters e gravaram juntos, sendo que Johnny usou a banda de apoio de Muddy para fazerem mais dois álbuns de sucesso.

O melhor dele ainda fica sendo “Live Johnny Winter And”, onde ele se encontra com seus parceiros, o baixista índio e o famoso na área, mas não muito por aqui. Rick Derringer, um estratosférico guitar man, que soma com Johnny na velocidade. Vamos nos divertir com uma delicadeza do sensível hard blues do Texas. Sejam felizes.