Loading...
Marginália

Harmônica celestial: RIP Marcelo Manes

Harmônica celestial

Essa semana o programa Marginália homenageia o músico carioca Marcelo Juchem Manes, que tocava a harmônica celestial e deixou esse plano no último dia 02 de agosto.

Marcelo era gaitista e vocalista da banda Blues Machine Society, projeto formado também pelos músicos Murilo Fonseca e Moisés Martins. Uma banda mineira de blues rock autoral com influências de Joe Bonamassa, Gov’t Mule, Hendrix, SRV e Allman Brothers, entre outros.

O dia 02 de agosto era a data também para o lançamento de 05 músicas do álbum Lines of Behind, que serão tocadas durante o programa.

O cantor participou de outros projetos como a banda Os Sherpas, Van Gogh, Sabbra Cadabra e o grupo vocal BR3. Era conhecido por levar música ao encontro do povo nos trens e metros do Rio de Janeiro com sua gaita que foi batizada pelos amigos de harmônica celestial.

Várias homenagens foram prestadas ao músico durante a semana que passou, tanto em Pato de Minas (MG), quanto no Rio de Janeiro. Na sexta, dia 04 de agosto, o Dulk Walk Pub reuniu vários músicos para um show dedicado a ele e no domingo, dia 06 de agosto, o tributo foi no bar Subúrbio Alternativo com a participação de 4 bandas.

Marcelo havia combinado uma entrevista ao Marginália após o lançamento do CD, mas essa vai ficar pra próxima… Mesmo assim, vai aqui mais uma homenagem ao músico e amigo querido. E o sentimento de gratidão ao universo por ter nos presenteado não apenas sua música, mas com seu amor, sua alegria, fé e espiritualidade.

O programa ainda apresenta aos ouvintes a nova música ‘Gostaria de Saber’ da banda Sollado Brazilian Groove de Maringá (PR). Marginália é isso, um espaço aberto para os músicos e amigos que vão, e para os que ficam.

Toda despedida é dor… tão doce todavia, que eu te diria boa noite até que amanhecesse o dia. (William Shakespeare)