Carregando...
Sem categoria

Festival URSAL defende a música autoral produzida em Londrina

Apresentar os repertórios de artistas londrinenses e valorizar o trabalho de composição local. Com estes objetivos, a partir das 22 horas, o Festival U.R.S.A.L (União Relutante do Som Autoral Londrinense) reúne nesta sexta-feira, 28 de setembro, as bandas Vulgar Gods, Wood Surfers, Os Últimos Cães da Terra e Droogies no Cativeiro Bar (Avenida Presidente Castelo Branco, 1.537). Os ingressos podem ser adquiridos na entrada do evento por R$10.

Com informações da assessoria

O nome do festival foi idealizado pela DJ, jornalista e contrabaixista Ísis Karolina e, de forma bem-humorada, se refere à sigla que recentemente ganhou espaço nas timelines com o debate político à presidência da república. Diante de um cenário musical tomado por bandas tributo e músicos que apresentam repertórios de covers conhecidos do público, o Festival URSAL, em sua primeira edição, busca realçar a importância das composições para o fortalecimento da identidade musical da cidade e mescla artistas novos e mais experientes de Londrina.

Os Últimos Cães da Terra surgiram em meados de 2013 – Foto: Divulgação

Atrações – Formada por Gabriel Jarbas (bateria), Volsky Dimitri (guitarra) e Ísis Karolina (baixo), a banda Wood Surfers toca surf music instrumental desde 2016. A banda lançou seu primeiro álbum autointitulado em 2018 com os tradicionais riffs desse estilo, difundidos por nomes como Dick Dale, Ventures, Link Wray nas décadas 60 e 70, porém com uma linguagem mais atual e veloz, misturando ritmos, como o ska, jazz e swings latinos em suas músicas.

Recentemente, o trio ‘Wood Surfers’ lançou o primeiro álbum – Foto: Divulgação

Os Últimos Cães da Terra surgiram em meados de 2013. O power trio, com Junior F.S. (guitarra e vocal), David Azevedo (baixo) e Luciano (bateria), tem uma sonoridade crua, influenciada por rock n roll e blues de garagem, empolgante e despretensioso. As letras em português falam sobre os acertos e desacertos do cotidiano, com um certo toque de humor e ironia. “Uma banda extravagante que toca rock n’ roll sem extravagância”. Desta maneira, o quinteto Vulgar Gods define a sua música. A banda lançou o primeiro EP em 2014, um álbum virtual “Queen of Sound” em 2015 e tem se apresentado, inclusive, por outras cidades do país. A atual formação conta com Guilherme Hoewell (guitarra e vocais); Vinícius Carneiro (guitarra), Gabriel Pelegrino (bateria), Mari Franco (baixo) e Suy Correia Bernardi (vocal).

O Vulgar Gods lançou o single ‘Crocodiles’ em 2016. A banda tem já um disco, lançado em 2015 – Foto: Bruno Leonel

A atração mais antiga da programação é a banda Droogies. Representantes do punk rock, os londrinenses têm três EPs lançados (D.E.M.O; Street Stripper; Droogies 2009), além de participações em coletâneas nacionais, sul-americanas e festivais de música independente por todo o país. Atualmente, o trio, formado por Daniel Thomas (baixo e vocal), José Molina (bateria) e Teixeira Quintiliano (guitarra e vocal), se prepara para o quarto lançamento, com 10 faixas inéditas, que deverá sair em 2019.