Loading...
Geração Z

Curumin mistura ritmos do mundo na MPB

Curumin

Geração Z dessa semana vem falar de Curumin, um dos artistas da atualidade que tem na história da sua carreira uma miscigenação de ritmos brasileiros e estrangeiros, Luciano Nakata Albuquerque é cantor e instrumentista brasileiro descendente de japoneses e espanhóis, nascido em São Paulo.

Iniciou sua carreira musical quando criança, tocando com colegas de escola e aos quatorze anos já tocava bateria e percussão em casas noturnas de São Paulo. Anos depois como baterista, acompanhou grandes nomes da MPB, como Paula Lima, Arnaldo Antunes, Vanessa da Matta, Céu entre outros.

Em 2003 Curumin iniciou sua carreira solo com o lançamento de seu primeiro disco intitulado “Achado e Perdido”. Nas 12 faixas deste disco, Curumin apresenta suas influências musicais, fazendo claras referências ao Soul e Funk americanos, ao Samba e ao Samba-Funk dos 70 e ao Hip-Hop.

Em 2008, lançou o cd “Japan Pop Show” simultaneamente no Brasil, nos EUA e no Japão. O disco teve seu nome baseado em um programa de auditório que passava na TV na década de 80. Com ritmos dançantes, estabelece seu inimitável estilo de Samba Soul, com pitadas de Afro Beat, Dub e Funk.

Nos últimos anos Curumin participou de diversos festivais de música no Brasil e no mundo, sempre acompanhado do baterista Marcelo Effori e do baixista Lucas Martins. Festivais brasileiros como Planeta Terra (SP), SWU (SP), Humaitá Pra Peixe (RJ), Eletronika (BH) e internacionais como Summerstage (EUA), Festival de Jazz de Montreal (CA), Festival Tropicália (Inglaterra), Chicago World Music Festival (EUA), Heineken Transatlantic Festival (EUA), entre outros.

Curumin se prepara para o lançamento de um novo trabalho. Com inovação e ousadia, a mistura de ritmos traduz a verdadeira cultura brasileira e contagia o público por onde passa. Então se liga ai no Geração Z de hoje, e venha curtir o melhor de Curumin.