Loading...
Geração Z

Cícero Rosa Lins, gênio ou dramático?

Cícero

O Geração Z dessa semana vem apresentar a vocês o musico e instrumentista Cícero Rosa Lins, mais conhecido por Cícero nascido no Rio de Janeiro, no dia 7 de abril de 1986, é compositor e cantor com influências de MPB, bossa nova, indie e folk, além de artistas como Radiohead e Caetano Veloso. Ele que divide opiniões a seu respeito, por muitos um gênio incompreendido e por outros mais um romântico dramático.

Graduado em Direito, o músico formou em 2003, no ensino médio, a banda de indie rock Alice, que acabou em 2008. Em Junho de 2011 ele lançou seu primeiro CD pela internet, Canções de Apartamento, disponibilizado gratuitamente no seu site oficial. O Álbum foi gravado no seu estúdio caseiro, onde ele gravou todas as faixas de instrumentos para todas as musicas sozinho, em seu apartamento.

Fortemente inspirado pela MPB e bossa nova, chega a fazer referências explícitas em algumas canções, como a lembrança de “Dindi” de Tom Jobim na faixa “Pelo Interfone” ou de Braguinha na marchinha arrastada “LaiáLaiá”. Além do piano e do violão, o CD tem experiências com outros instrumentos, como acordeon, tamborim, pandeiro e guitarra. As letras, cantadas com sua voz sussurrada, falam sobre solidão, paixões, saudades e memórias.

O disco teve grande repercussão na rede e rendeu dois Prêmios Multishow de Música Brasileira em 2012, nas categorias Música Compartilhada (pelo disco) e Versão do Ano (pela sua versão de Conversa de Botas Batidas, do Los Hermanos).

Gravado novamente de forma caseira, em 31 de Agosto de 2013, Cícero disponibilizou o seu segundo disco, nomeado como Sábado, também de forma gratuita em seu site. O álbum foi gravado por diversas casas por onde o músico esteve, contando a colaboração de companheiros como Marcelo Camelo, SILVA e Mahmundi.

Então solta o play e vem com a gente conhecer um pouco mais do universo da Nova MPB.