Loading...
Jornalismo Cultural

Cai mais de 50% os leitores da Biblioteca

A Biblioteca Publica Municipal de Londrina era considerada um centro cultural na década de 80 e 90, mas com a diminuição de recursos e funcionários a biblioteca também acabou diminuindo suas ações. Hoje infelizmente o espaço tem sofrido com significativas quedas de visitações e empréstimos de livros.

Por Beatriz Dias

Fotos: Camilla Giovanna

Em 2009 a frequência de usuários foi de 180.222. Já em 2016 esse número caiu para 89.239 o que representa pouco mais de 50%. A maior queda, no entanto, foi registrada no empréstimo de livros. Em 2009 foram 21.407 livros emprestados e em 2016 caiu para 7.550 empréstimos, o que representa uma queda de 64%.

A diretora das bibliotecas públicas e municipais, Leda Maria Araújo, falou sobre a nova gestão “agora na contemporaneidade um desafio nosso é retomar aquela biblioteca viva da década de 80 e 90 e, para isso, a gente está estruturando vários projetos e várias ações literárias e culturais nas bibliotecas públicas no município de Londrina”.

Com essa queda preocupante com o número de usuários, a direção das bibliotecas aposta em novos projetos como “Literatura na Biblioteca”- que é uma parceria com a Universidade Estadual de Londrina com o programa de pós-graduação, em que são discutidas as obras literárias solicitadas no vestibular da UEL. Aos sábados acontece a “Escrita Criativa de Contos” na biblioteca central e na Biblioteca Lupércio Luppi, na zona norte.

Às quintas é dia de lançamento de livros novos no projeto “Estreia na Biblioteca” e “Toda quinta tem historia” que é contação de histórias infantis para crianças. Esse ano também foi feita assinatura de jornal para as bibliotecas, o que não acontecia há 10 anos.

Uma das grandes apostas para esse ano é o sistema Sophia, que vai permitir o usuário acessar online o acervo. Dessa maneira as pessoas poderão saber quais livros estão disponíveis e fazer reservas. Hoje 70% do acervo já estão no sistema que deve ser lançado na Semana Nacional do Livro e da Biblioteca que vai acontecer entre os dias 23 a 29 de outubro. “Temos que estar sempre nos reinventando no nosso espaço, com o objetivo de democratizar o acesso a livro, a leitura, formar leitores autônomos, críticos, reflexivos, leitores que vão além do texto escrito, mas que vão para a leitura de mundo e sociedade”, finaliza Leda.

A Biblioteca Publica Municipal de Londrina foi criada em 23 de novembro de 1940 pelo decreto nº 78, mas por anos ficou como um amontoado de livros nos porões da prefeitura. Está desde 1984 no antigo prédio do Fórum na Avenida Rio de Janeiro 413. Com esse novo espaço, foi possível a ampliação do acervo, o desenvolvimento de atividades. Hoje com um novo sistema e novos projetos a ideia é aproximar cada vez mais a população da biblioteca, para que ela volte a ser um centro cultural da cidade.