Carregando...
Jornalismo Cultural

Resgate de Rua: batalha de dança de hip hop na Usina Cultural

Hip

O projeto A Rua dança a cidade, com patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura, realizou no último domingo (10/02), o evento Resgate de Rua, que reuniu grupos de dança de Londrina e região na Usina Cultural, para uma disputa de Hip Hop. O intuito era prestigiar as diferentes performances de danças e a troca de experiência. Também estavam presentes Djs, MCs e grafiteiros. Com oficinas de dança, a ideia do evento foi desconstruir a visão marginalizada do Hip Hop.

Texto e fotos por Camila Rosa e Beatriz Dias

O projeto, que existe há alguns anos, nasceu do sonho de um morador do conjunto Aquiles Stenghel na zona norte, que queria manter os jovens longe da violência e das drogas. O foco sempre foi realizar os ensaios na periferia e nos bairros mais afastados, procurando talentos e transformando vidas por meio do Hip Hop.

Um dos jurados da batalha de Hip Hop, Guilherme Silva, contou sobre a importância do projeto em sua formação: “Eu comecei a participar do projeto há uns 10 anos, e na minha primeira aula de dança eu não consegui fazer por ser muito desengonçado. Mas aí, eu fiquei muito invocado, e tinha que aprender. Então, o Édio me chamou para participar das aulas. Mais tarde me tornei monitor e, hoje, eu sou professor no projeto e estou me formando em educação física”.

O coordenador do evento, Coquinho, ressalta: “O Resgate de Rua já acontece desde 2012, em Cambé, com o propósito de sair do senso comum do Hip Hop e trazer algo diferente, porque hoje em dia o Hip Hop ficou muito desunido em algumas partes […] O evento tem essa ideia de trazer o real Hip Hop, da gente se reunir se encontrar, esse intercâmbio cultural, mesmo”.