Loading...
Azylo Hotel

A banda anglo-americana Fleetwood Mac

Falar sobre um tempo que passou ou de uma era é assumir que você está ficando mais velho do que sente. É assim me sinto quando falo de FLEETWOOD MAC, a banda anglo-americana que viveu por muito tempo na Califórnia nos idos de 1967 com a dupla Peter Green e John McVie que saíram da banda John Mayall & the Bluesbreakers que por si só já tem um currículo dos mais fortes no blues e de duas pessoas envolvidas diretamente na musicalidade que iriam imprimir.

As formações foram várias e com a entrada de Fleetwood Mac a banda criou formação e raiz. Aí está formada a percussão desta banda sólida Fleetwood na bateria e McVie no baixo. Em 1968 são contratados Danny Kirkwan e Bob Weston e assim eram a única banda a ter três guitarristas e assim comporem suas próprias músicas.

Chegamos em 1972 quando Cristine McVie entrou nos teclados. Em 1974 entraram na banda Stevie Nicks e o guitarrista Lindsay Buckingan, que será autor de um grande solo nesta programação fique atento, esta formação ficou por um bom tempo e a graça de Nick na linha frontal foi mais que charmosa e precisa a beleza mais a vocalização uma dupla perfeita com voz e beleza.

As surpresas continuam com o afastamento do Jeremy Spencer a segunda guitarra que foi entrou em uma seita e abandonou a música considerado um grande brincalhão que imitava Elvis e Buddy Holly. O título da banda Fleetwood Mac foi decisão tomada após a saída do grande jovem mestre do blues inglês mister Peter Green que montou a banda assim denominada de Peter Green & Fleetwood Mac. Com a nova formação e até hoje permanece assim é Mick Fletowood na bateria, John McVie no baixo, Steve Nicks no vocal, Cistine McVie nos teclados e Lindsay Buckingan na guitarra.

A disposição na programação deste 29º programa do Azylo e rever os álbuns onde eles estiveram em suas melhores apresentações como o de 1968 com Peter & Fleetwood, Blues Collecion 70 confirmado o estado do Blues. Os Live in BBC’95, Live in Jumping in The shadow’68, e o delicioso e apaixonante Tusk álbum duplo e de estúdio coma voz dócil e apaixonada desta mulher tão linda e preciosa Steve Nicks.

Assim que iniciamos esta programação e daí vamos para os ao vivo até conseguirmos a pouca 1hora de saudades e mais saudades de como fui feliz, e sei como não devo estar errado, pois só o que faço é te amar. Que todos sejam felizes como eu gostaria de ser assim reza a cartilha para que todos se deem bem um fica no tronco.