Carregando...
Hora do Sabbat

Ampliar as vozes femininas e a visibilidade de suas conquistas

vozes

Na 39ª edição a Hora do Sabbat trouxe no caldeirão feminino e feminista muitas vozes, teve estréia, encontros ilustres, mulheres referência que ainda seguem ativas em sua luta, muita música e informação.

O programa começou com o bloco musical inspirado nas séries que a Sarah tem assistido atualmente, ela selecionou quatro séries: Sua favorita Os Simpsons, Grace & Frankie, Good Girls e a nacional Coisa mais linda.

Femenageada da Semana foi uma dupla, Liv Arnesen e Ann Bancroft as exploradoras da Antártida. As duas mulheres que se conheceram só na vida adulta e cresceram separadas por 6 mil quilômetros de distância, porém com o mesmo sonho, atravessar a Antártida a pé. Após muitas preparação física e emocional, ainda receberam duras críticas que não abalaram, realizaram a expedição que durou o período do verão no Pólo Sul. Ambas estão na faixa etária dos 60 anos e continuam viajando pelo mundo falando sobre as mudanças climáticas e a preservação da água limpa, além de estimular jovens a correrem atrás de seus sonhos.

No Fio da História trouxe um conto sobre solidariedade, sobre o olhar coletivo, A pedra no caminho, foi a escolha da contadora de histórias Camila Genaro, que com toda sua expressividade nos presenteia quinzenalmente com lindas história sobre a humanidade, trazendo arquétipos e momentos de reflexos únicos, com o intuito de nos contar histórias libertadoras e quem sabe com poderes curativos…

Para contemplar o objetivo da multiplicidade de vozes e temas, o programa dessa semana teve mais uma estreia a coluna: Crua e Nua, uma coluna mensal sobre nossas ancestrais e a cada episódio nos apresenta a história de uma grande mulher da música. Apresentada por Roberta Youssef, a paulistana que atua em produção cultural e curadoria musical. Há 13 anos na área, produziu e apresentou programas musicais de tv, encabeçou a programação de casas emblemáticas da cidade de São Paulo como Studio SP, Riviera Bar, Cine Joia, Z Carniceria e Mirante 9 de Julho.Foi por 2 anos curadora e diretora artística do Sonora, festival voltado para a formação de mulheres na música. É também colaboradora no portal Hysteria, através de pesquisa e seleção de clipes dirigidos por mulheres. É parceira na curadoria e produção de algumas noites do Mundo Pensante. E, finalmente, pilota a Crua Música, produtora para pensar e ativar a música em todos os sentidos. Na estréia, Roberta nos apresentou a maravilhosa musicista Rosinha de Valença.

Na sequência, Flora Miguel com o quadro semanal Da Lira: apresentou um pouco do que rolou no Festival Lírica Paulistana, um evento realizado para celebrar os 40 anos do teatro Lira Paulistana, berço da arte vanguarda na década de 80. O festival além de festejar essa história foi um grande reencontro de uma geração que modificou a postura artística de uma das cidades que mais produz arte no país.

A Entrevista Observatório Chega dessa semana trouxe uma nova parceria a partir do mês que vem teremos uma coluna de combate a violência contra mulheres produzida pelo grupo Observatório Chega, Nara Assunção e Raquel Alves que coordenam o grupo ainda convidaram a todes para o evento do dia 3 de junho às 19h na UniSanta, quando haverá o lançamento do portal do grupo, que pretende ser uma plataforma de denúncia, discussão e acolhimento para as vítimas de violência. Foi um papo bem aproveitado e que conseguimos conhecer um pouco mais sobre a motivação para criação do grupo.

Minas de Ouro do Hip Hop chega com sua 2ª edição e Vitória Pacheco trouxe uma entrevista exclusiva com a dupla Rap Plus Size que esteve em Santos em 2018.A entrevista é longa e foi divida em quatro partes, então não perca em junho a continuação dessa conversa que falou muito sobre a produção musical da dupla em 2018. Esse ano, Issa Paz utiliza novo nome artístico e, assume publicamente a postura não binária em relação ao gênero, assim utiliza o nome Jupi77er Pimentel.

O momento mais querido e esperado dessa semana foi especial, o quadro Rolê Free trouxe uma fala da escritora Conceição Evaristo que convidou os ouvintes da baixada santista a comparecer nas atividades mediadas por ela no Sesc Santos na semana passada. Evaristo participou de atividades sobre leitura com programas educativos do sesc de todas as idades.