Loading...
Azylo Hotel

A Nação Grateful Dead

Muito falam sobre o Rock’n’roll, muito tentam explicar o fenômeno, alguns pensam que sabe tudo, outros dois ou três tem a certeza que o Grateful Dead é uma banda de Rock’n’roll símbolo do Summer of Love, que nasceu em uma Califórnia ensolarada e mais precisamente em San Francisco, terra onde se falou muito sobre o poder da flor e do amor.

O pensador Solkoski já dizia que “a humanidade iniciou uma evolução mental e social quando nosso cérebro que tinha o tamanho de uma castanha começou a evoluir para o tamanho de uma semente de abacate e de repente estacionou”, o motivo diz ele foi a guerra do Vietnã.

Mas agora nosso cérebro esta do tamanho de um amendoim, o que salva são as edições de bandas no cento do furacão que são bandas como o Grateful Dead que tem uma discografia do tamanho de uma biblioteca dentro do epicentro da razão.

Como o Festival de Woodstock que tem um livro apresentando como uma nação, a nação Woodstock, o Grateful também é, além de uma nação, uma comunidade em que se lança tudo a respeito deles, livros, filmes e discos.

A poderosa e singela banda de Psicodelic Rock, título do estilo musical ao qual ele representa com tanta fidelidade, é um estilo que foi criando em sua função de seu rock ser psicodélico, e através de muito ácido lisérgico usado para se chegar a esta conclusão que não deve ter demorado mais que dois minutos.

Nesta programação especial de comemoração a existência desta banda tão americana como a águia branca, ou os estadistas esculpidos no monte Rushmore em Keystone no estado de Dakota do Sul, uma montanha na terra do Tio Sam.

Um garoto aqui de Londrina, hoje um advogado de respeito, que colecionou quase tudo a respeito desta banda, ele entrou em contato com a comunidade dos Dead’s se filiou e manteve contato por um bom tempo, e com pagamentos regulares recebia gravações de shows da banda não editados pela gravadora oficial.

Ele cedeu uma destas caixas contendo 4 cd’s com músicas ao programa Azylo Hotel, que saiam de um álbum e ia para outro, ou seja, uma música de dois cd’s de extensão.

Temos aqui para apresentar o álbum oficial em que o Grateful Dead debutou oficialmente ao show business.

Apresentaremos também uma edição raríssima que saiu em álbum ao vivo intitulado Live in Avalon Ballroom, além do famoso disco 1974 o Skeletons From The Closet.

Não preciso dizer a grande satisfação de apresentar esta homenagem ao Summer of Love dentro das páginas do Fusion Point gerenciada pela Themys de Porto Alegre, que tão prontamente exerce a fidelidade de informar com precisão os acontecimentos de uma época que quase mudou e evoluiu e a humanidade, mas o sistema estava de olho, e estamos hoje onde estamos.

Sejam felizes. E saibam tenho ainda rabiscado em meu braço o Deadhead’s com muito orgulho: Hell Hell Dead’s all way.